Velocidade = Obturador

Um fator muito importante de se conhecer na fotografia é a velocidade. Como já expliquei aqui, o obturador também controla a passagem de luz que sensibiliza o sensor, só que por meio do que chamamos de uma “cortina” que se fecha ao fazermos o disparo. Ele permite que a luz entre por um tempo ajustável (na maioria das vezes), quanto maior o tempo de exposição mais luz sensibiliza o sensor e quanto menor o tempo de exposição menos luz.

O obturador tem duas funções na fotografia:

Técnica: Tempo de  exposição – velocidade.
Estética: Efeito na fotografia – barrado/congelado.

Mas o que é tempo de exposição?

Tempo de exposição e velocidade são a mesma coisa. É no tempo de exposição que definimos se queremos que a câmera faça a foto bem rápido ou mais devagar dando um efeito x na imagem. Como assim? Vamos ao exemplo!

velocidade

No gráfico acima vemos que conforme a velocidade definida, o tempo de exposição é maior ou menor. Quando vemos ali 1/1000s, queremos dizer que a câmera vai fotografar em 0,001 milissegundos. Isso porque aí fazemos uma conta matemática e dividimos 1 por 1000 e descobrimos qual a velocidade o obturador vai se fechar no disparo da câmera. Em 1/30s a câmera estará fotografando em 0,033 milissegundos, um tempo maior que o exemplo anterior.

Isso confunde um pouco a mente porque na fotografia tudo é ao contrário! Quando você fala pra aumentar a velocidade, na verdade você está diminuindo o tempo de exposição. E, quando você fala pra diminuir a velocidade, você está aumentando o tempo de exposição.

Exemplo!

Aumentando a Velocidade
1/1000s = 0,001 milissegundos.

Diminuindo a Velocidade
1/30s = 0,033 milissegundos.

Percebam nos exemplos acima que quando você diminui a velocidade, você aumenta o tempo de exposição, ou seja, o tempo que o obturador vai demorar para fechar e captar a imagem é mais demorado do que quando você aumenta a velocidade.

As câmeras podem também nos permitir fazer fotos de segundos e não somente milissegundos. Você consegue ajustar a câmera e deixar ela captar a cena por 30 segundos sem parar. Pra isso é necessário o auxilio de um tripé, ou que sua câmera esteja apoiada em um local onde não tenha movimento algum.
Existe também o Modo Bulb. A câmera quando configurada nesse modo, mantém o obturador aberto, captando a imagem enquanto se mantém pressionado o botão de disparo da mesma. Você pode deixar sua câmera fazendo uma mesma foto por horas.

Isso nos permite fotos incríveis!

Controlando a velocidade do obturador, você consegue fazer imagens com movimentos. Quem ai nunca viu uma foto onde a água estava bem borrada, dando assim para perceber o movimento dela? Ou o contrário, uma foto da água travada, com gotas pra cima e tudo mais? É através da velocidade definida que podemos alcançar esses efeitos incríveis numa imagem!

Deixo abaixo exemplo de imagens feitas com tempo de exposição diferente uma da outra, exemplificando tudo o que acabamos de ver aí em cima.

img-22

img-42

Um outro efeito bem bacana que pode-se fazer controlando o tempo de exposição é o Light Painting. Veja um exemplo abaixo.

lightpainting1

Em um outro post falo pra vocês sobre esses efeitos bacanas que se pode fazer utilizando o tempo de exposição da sua câmera. Por enquanto, treinem bastante tudo o que já aprenderam até aqui.

Qualquer dúvida, deixem nos comentários que respondo todos.

Mãos na máquina e boas fotos! 🙂

Comments

comments